domingo, 4 de janeiro de 2009

Reflexões de final de ano

Final de ano - faz parte das minhas atribulações refletir sobre as coisas que aconteceram durante o ano. É uma época que eu coloco na balança tudo aquilo que fiz durante o ano e vejo se o resultado foi positivo. Depois, faço planos e estipulo minhas metas para o próximo ano. É uma época que me sinto mais emotiva. Não sei se é porque mais um “ciclo” está se fechando, ou se porque isso faz parte da época mesmo (um tempo atrás, assisti uma palestra no centrinho espírita que eu freqüentava, e se dizia que nesta época do ano, existe uma vibração melhor, de mais amor...).
Fico emocionada com a maior facilidade – choro feito boba! Bem, isso não é novidade, pois quem me conhece bem sabe que eu choro fácil, mesmo! Inclusive, na infância, era chamada de manteiga derretida, por chorar por qualquer motivo! Nesta época do ano, então, a emoção fica mais evidente! Outro dia meus olhos encheram de lágrimas porque um beija-flor ficou voando bem pertinho de mim, sem medo! No outro, fui fazer minha caminhada na praia e o mar estava particularmente tão lindo, que me emocionei e agradeci por poder estar ali. Chorei porque assisti, pela centésima vez o filme Simplesmente Amor...
Gostei do artigo da Lya Luft na veja do dia 24 de dezembro que ela fala sobre Acreditar no Natal. Relembrar os Natais da infância, pensar numa festa familiar com mais sinceridade, mais amor, sem tantos consumismos e também acreditar que um mundo melhor pra todos vai acontecer no próximo ano, também faz parte dos meus pensamentos. Gostei particularmente da frase final em que ela fala:

Porque, afinal das contas, é a ocasião de ser menos amargo, menos crítico, menos
lamurioso e mais aberto ao sinal deste momento singular, que tanto falta ao
mundo: a possível alegria, e o necessário amor.
Bem, voltando ao balanço...tem ano que fico um pouco deprimida por não ter realizado muitas coisas previstas nas minhas metas. Tem ano que me sinto feliz, por ter alcançado aquilo que pensei, ou se não alcancei, pelo menos por ter dado um passinho na direção de conseguir. Tem ano que é engraçado, pois percebo que realizei muitas coisas, mas nada daquilo que tinha planejado inicialmente, mas as coisas foram acontecendo, tomando outro rumo e no final, acabaram bem! E isso foi justamente o que aconteceu neste último ano! Fiz o meu balanço ... pensei em tudo que realizei... - o resultado na balança foi bastante positivo, apesar de ter sido bem diferente do que tinha imaginado fazer na minha reflexão do final de 2007.

Morar numa cidade pequena, sendo ela perto do mar, ou no campo, era um sonho de vida, daqueles grandes, que pensava realizar somente depois de aposentada, pois imaginava que fosse trabalhar onde estava trabalhando até não conseguir enxergar mais as radiografias!!!! Então, acho que estou no lucro de alguns anos!!!!

E aí você me pergunta, quais são seus planos para 2009?!?!? E eu vou te dizer que neste ano não fiz grandes planos e não estipulei muitas metas para cumprir. É! Sem grandes cobranças para mim mesma e para com os outros (quero ser menos crítica)! Quero simplificar, viver com mais amor e continuar sonhando! Vou simplesmente viver um dia de cada vez e agradecer por tudo de bom que a vida tem me dado, pois tenho certeza de que muitas coisas boas ainda estão por vir.

Um comentário:

lucia fontes disse...

Sil, amei o último parágrafo do seu post! 2009 será especial para você! Beijão, Lu!


Adoro os felinos... esta foto foi feita durante o passeio pelo Zoológico!

"Os espaços, um a um, deveríamos com jovialidade percorrer, sem nos deixar prender a nenhum deles...". - Hermann Hesse -

"Não gaste impensadamente os seus dias na pregação desesperada de princípios renovadores que você tem dificuldades de abraçar. Corrijamos em nós o que nos aborrece nos outros e Jesus fará o resto pela felicidade do mundo inteiro". - Bezerra de Menezes - psicografia de Francisco Cândido Xavier

Sombra!

Sombra!
Realmente, depois que o Estopa se foi, a Fufi mudou alguns hábitos... além de ter mais curiosidade pela parte externa da casa, agora ela fica muito atrás de mim, sempre me fazendo companhia. Na foto, ela está no meu colo enquanto estou no atelier costurando!!!!